Retrospectiva 2020 e um olhar para 2021!

Retrospectiva 2020 e um olhar para 2021!

O ano de 2020 foi desafiador, mas está terminando de maneira positiva para o nosso ramo. 

Ocorreram muitas mudanças no ano que passou por conta da pandemia do novo coronavírus. Falando de imóveis, vimos mudanças profundas no cenário residencial. São diversos os fatores, mas os que mais chamam a atenção são os seguintes. Vimos muitas pessoas que tiveram a renda diminuída e optarem pela mudança para imóveis menores; mas também aquelas que resolveram voltar a morar com a família e dividir os gastos, precisando aumentar o tamanho da residência para abrigar mais gente. Outro fator muito relevante foi a mudança dos hábitos de trabalho: o home office fez com que muitas pessoas migrassem de apartamentos pequenos para apartamentos maiores, para então ter um espaço de trabalho dedicado. As medidas de isolamento social fizeram com que as pessoas ficassem mais tempo em casa e passassem a valorizar algumas características nos imóveis diversas daquelas que eram valorizadas antes da pandemia, como a existência de espaço aberto ou área de varanda. De fato, um pedacinho de acesso ao sol e a uma área verde, mesmo que compartilhada, tem feito muita diferença na saúde física e principalmente mental das pessoas.

O mercado imobiliário aqueceu por causa dessas mudanças, mas também pela busca por investimentos no ramo. Muitas pessoas tiraram seus investimentos das aplicações, que não vinham dando retorno,  para investir em imóveis, diversificar e ainda ter uma renda. De setembro para cá, principalmente, a queda drástica dos juros dos financiamentos facilitou e intensificou muito esse tipo de investimento.

Mas, como todo fim é também um recomeço, podemos deixar 2020 para trás e olhar para a frente, pensar no amanhã e seguir na reconstrução de um futuro melhor. 

Os investimentos em imóveis continuarão crescendo, o mercado continuará agitado. Quem pensava em dar um passo maior para ir pra uma casa com área grande, vai fazê-lo. 

O setor da construção civil, que não parou durante a pandemia, continua comprando terrenos e erguendo novos prédios e casas. Esperamos para 2021 muitos lançamentos, principalmente aqueles que englobam áreas abertas comuns. Os estudantes que retornaram para casa da família prometem voltar. O novo normal tende cada vez mais a ficar normal de novo. Eu vejo um futuro próspero, com um resultado positivo decorrente do período conturbado pelo qual passamos.