Vai dividir apartamento? Confira as minhas dicas para fazer isso de modo justo e saudável!

Vai dividir apartamento? Confira as minhas dicas para fazer isso de modo justo e saudável!

Mudar de cidade para estudar não é qualquer coisa. Por mais que possa ser fonte de empolgação por começar uma vida completamente nova, é uma decisão que envolve inúmeros fatores. Um desses fatores é: morar sozinho ou dividir? No texto da semana passada falamos dos prós e contras de cada uma das duas situações (se ainda não leu, volta lá antes de ler este!). A escolha envolve questões econômicas e de personalidade. Se você já optou por dividir, preste atenção nas minhas dicas. 

Você conhece a pessoa com quem vai morar?

Além de ser uma questão de segurança, é uma questão da vida prática. Converse bastante com a pessoa com quem pretende dividir antes de tomar uma decisão. Procure saber se vocês têm valores parecidos, crenças parecidas. Morar com alguém com ideias e ideais afins pode evitar muita dor de cabeça!

Contas divididas de forma justa.

São diversas despesas na rotina e é fundamental que cada um assuma as suas responsabilidades para evitar complicações financeiras no futuro. Combinem como será feita esta divisão antecipadamente! Até porque, dividir o apartamento com alguém exige um bom controle financeiro, e para isso é preciso ter planejamento.

Outra coisa importante é combinar sobre questões pontuais como: o apartamento tem uma garagem e é o seu amigo que usa? O justo é que seja custeado por ele, mas isso precisa ser combinado previamente.

Organizar a rotina.

Quem limpa a casa e quando? Quem compra a comida? E o lixo, quem tira? Pensem em fazer uma escala de tarefas, assim ninguém se sobrecarrega e as coisas são mantidas em ordem.

Vai receber pessoas? Tem que ser combinado!

Conversem sobre o que pensam a respeito de namorado ou namorada dormirem na casa e estabeleçam regras para isso. Conversem também sobre quando, como e, principalmente, por quanto tempo é aceitável receber familiares. Até porque, além de mudar a rotina da casa e limitar a privacidade, a questão envolve as contas de luz, água e comida. 

Tenha cuidado com o uso das áreas comuns!

Lembre-se de que você não mora sozinho e que para o seu colega pode não ser muito legal encontrar itens pessoais largados pela sala e louças sujas na pia.

É bastante coisa para planejar. Mas lembre-se que a convivência também é um aprendizado, ainda que fora dos portões da universidade!

Boa sorte, conte com a gente para o que precisar!