Veja os seguros residenciais com o melhor custo-benefício

Veja os seguros residenciais com o melhor custo-benefício

Um seguro residencial custa, em média, R$ 456,55 por ano. O produto é acessível em relação ao custo dos transtornos que pode minimizar

Sua casa tem seguro? Se a resposta é não, é melhor repensar. Sobram motivos para você contratar um seguro residencial, segundo a associação de consumidores Proteste, que avaliou 198 apólices de 11 seguradoras e levantou as opções com o melhor custo-benefício.

Um seguro residencial custa, em média, R$ 456,55 por ano, de acordo com a associação. O produto é acessível em relação ao custo dos transtornos que pode minimizar, porque a frequência de eventos e a severidade, quando comparados a carro, por exemplo, são menores.

A contratação de seguro residencial entre os brasileiros tem aumentado. Em 2019, a indústria de seguros residenciais arrecadou R$ 3,17 bilhões, crescimento de 5,8% em relação ao ano anterior.

O consumidor deve contratar um seguro residencial de acordo com o seu perfil, para não acabar pagando por coberturas que não vai usar. O produto pode cobrir o valor do imóvel, tudo que tem dentro dele ou os dois, e não são todas as seguradoras que cobrem somente prédio ou conteúdo. O serviço pode ser contratado pelo proprietário que mora no imóvel, pelo dono que não reside, mas aluga, e por quem é somente inquilino.

A cobertura básica do seguro residencial é de incêndio, raio e explosão. Algumas seguradoras cobram franquia (um valor que o segurado deve pagar em determinadas situações para que a seguradora realize os reparos) ou têm limite mínimo de indenização.

Além disso, as coberturas adicionais podem ser: alagamento, furto ou roubo, vendaval, privação temporária de uso da habitação, desmoronamento parcial, responsabilidade civil (quando o segurado é condenado pela Justiça por causar, sem intenção, danos a outras pessoas) e danos elétricos.

A Proteste deu uma nota de 0 a 100 para as 11 seguradoras avaliadas, considerando somente as coberturas e as exclusões de cada uma.

Seguro residencial por seguradora

SeguradoraAvaliação final
Bradesco Seguros70
Sompo61
Mapfre59
Allianz Seguros57
Porto Seguro56
Tókio Marine52
HDI Seguros52
Zurich Seguros51
Itaú Seguros47
Sul América46
Liberty44

Fonte: Proteste

Considerando o custo-benefício de cada seguradora, ou seja, a relação entre as coberturas e exclusões de cada uma e o preço cobrado nos seguros, a associação elegeu a Bradesco Seguro, a Mapfre e a HDI Seguros como as escolhas certas.

Na pesquisa, a Proteste considerou, ainda, seis cenários para três perfis distintos: só conteúdo, só prédio e conteúdo e prédio. Para esses cenários e perfis, a associação elegeu os seguros residenciais com melhor-custo benefício.

Seguro residencial conforme o cenário e o perfil

CenárioConteúdoPrédioConteúdo e prédio
Apartamento habitual na Vila Clementino, em São Paulo (conteúdo de R$ 30 mil e prédio de R$ 220 mil)Mapfre, R$ 104,51Bradesco, R$ 564,99HDI, R$ 276,73
Casa de veraneio no Guarujá, em São Paulo (conteúdo de R$ 15 mil e prédio de R$ 135 mil)Mapfre, R$ 152,95Bradesco, R$ 427,27Mapfre, R$ 557,27
Apartamento habitual no Recreio, no Rio de Janeiro (conteúdo de R$ 20 mil e prédio de R$ 160 mil)Mapfre, R$ 72,27Mapfre, R$ 219,30Mapfre, R$ 244,06
Casa habitua no Bela Vista, em Porto Alegre (conteúdo de $ 25 mil e prédio de R$ 205 mil)Mapfre, R$ 264,63Bradesco, R$ 965,01Mapfre, R$ 1.349,52
Casa habitual no Parque Copacabana, em Belo Horizonte (conteúdo de R$ 12 mil e prédio de R$ 118 mil)Bradesco, R$ 199,13Bradesco, R$ 429,11HDI, R$ 294,41
Apartamento de veraneio em Boa Viagem, em Recife (conteúdo de R$ 10 mil e prédio de R$ 90 mil)Mapfre, R$ 119,05Bradesco, R$ 358,49HDI, R$ 229,15

FONTE: Valor Investe